O que é saúde mental (de verdade)

Saúde mental1 comentário em O que é saúde mental (de verdade)

O que é saúde mental (de verdade)


Saúde mental é um assunto em alta atualmente. Por isso mesmo, é surpreendente o fato de que muitas vezes esse termo é usado de maneira incompleta ou até errada.


Várias pessoas associam diretamente o termo saúde mental a doenças mentais e questões como depressão e ansiedade. Mas saúde mental é bem mais do que simplesmente a ausência de doenças mentais.


Fazendo um paralelo com a saúde física: imagine alguém que não foi diagnosticado com alguma doença física, mas leva a vida sem prática de exercícios físicos, comendo mal, dormindo pouco. Apesar de não ter uma doença específica, essa pessoa não está saudável.


Se saúde mental não diz a respeito só da ausência de doenças, o que ela é exatamente?


A definição mais completa é…


Um bom lugar para começar a entender o termo é pela definição da Organização Mundial da Saúde, que define saúde mental como “um estado de bem estar no qual cada indivíduo atinge seu próprio potencial, consegue lidar com os estresses normais da vida, pode trabalhar de maneira produtiva e frutífera, e é capaz de fazer contribuições para sua comunidade”.


A definição mais completa não é negativa – a ausência de problemas – mas positiva. Imagine o bem estar como um espectro no qual de um lado temos uma saúde mental ótima, uma pessoa que é feliz, produtiva e consegue lidar com os problemas cotidianos. Do outro, temos distúrbios nesse quadro de bem-estar, que podem envolver depressão, ansiedade, etc.



É mais do que simplesmente “qual é o problema?”; é perguntar “está tudo bem?”.


Mas o que é saúde mental na prática?


Pode ser abstrato simplesmente pensar em saúde mental como um bem-estar geral. No dia-a-dia, isso nada mais é do que uma série de ações e posturas que a pessoa toma perante à vida. Pessoas com a mente saudável encaram os problemas com a preocupação que eles merecem. Elas conseguem realizar os trabalhos a que se propuseram de maneira sustentável, aproveitando as partes boas e felizes e lidando com as partes ruins e difíceis.


Não é uma questão de nunca ficar triste, com raiva ou de não sentir qualquer emoção “negativa”. Mas sim, ter a percepção de que os processos são passageiros e ter paciência e tranquilidade para encarar os desafios.


Pessoas com boa saúde mental conseguem:

  • atingir todo seu potencial
  • trabalhar de maneira mais produtiva
  • lidar com os estresses da vida
  • ter relações saudáveis
  • fazer contribuições para a comunidade


E não menos importante, estar em um estado de saúde mental é também saber pedir ajuda nos momentos em que os obstáculos forem grandes demais.


A busca pela mente saudável


Existem diversos motivos pelos quais é essencial valorizar a saúde mental na vida. Não basta simplesmente saber que ela existe e que é importante, mas ativamente buscar um estado de bem-estar. 


Pesquisas* mostram que bons índices de saúde mental estão associados com boa produtividade e com comportamentos sociais positivos. Além disso, bem-estar mental se relaciona com melhora na saúde física e expectativa de vida.


Todas essas informações demonstram que a busca pela saúde mental é importante e deve ser prioridade em uma vida equilibrada e saudável.


Mas é importante também lembrar que a saúde mental é complexa. É como pessoas que em geral estão saudáveis fisicamente, mas por algum motivo acabam ficando doentes. Ela não é um estado estático em que se está feliz o tempo todo. E, como já mencionamos, o fato de alguém não estar vivendo uma condição mais grave de transtorno mental não significa que ela esteja perfeitamente saudável.


E quem deve se preocupar com isso?


Inclusive, um dos aspectos mais mal interpretados sobre saúde mental é quem deve se preocupar com ela. Na verdade, todos nós estamos sujeitos a passar por algum sofrimento psíquico em algum momento da vida. Independentemente da gravidade do problema, muitas pessoas vão passar por algum momento em que será difícil manter o bem-estar mental.


Durante a vida, nós passamos por várias fases que podem ser especialmente difíceis. Mudança de emprego, nascimento de um filho e menopausa, por exemplo, são momentos que podem ser delicados. E acontecimentos pontuais – como ser demitido, passar por um divórcio, perda de alguém próximo – ou mesmo pequenos acontecimentos traumáticos – acidentes de carro, roubos, etc. – também podem desencadear perturbações na saúde psíquica.



Todos nós estamos sujeitos a passar por sofrimento psíquico em algum momento da vida.


No início do texto afirmamos que muitas pessoas utilizam o termo saúde mental de forma incompleta. O problema de pensar esse termo de maneira restrita é que faz parecer que não é uma questão com que todo mundo deveria se preocupar. 

Para além de simples preocupação, é importante buscar informações relevantes sobre o tema. Por exemplo, se informar sobre maneiras de melhorar seu bem-estar mental e saber o que evitar no dia-a-dia pode ter um impacto gigantesco na qualidade de vida de cada um.


No fim, o importante a saber sobre saúde mental é que é um estado de bem-estar que te proporciona viver de maneira plena, que envolve vários aspectos e que deve estar sempre sendo trabalhado.




* https://www.who.int/mental_health/management/info_sheet.pdf
https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/acps.12774
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5891372/

One thought on “O que é saúde mental (de verdade)

Deixe uma resposta

Back To Top
%d blogueiros gostam disto: